sábado, fevereiro 24, 2007

Por assim dizer

Não se sabe de onde o sentimento brotou.
o ódio eu via nas horas em que era egoísta. certas vezes alguém é o escolhido.
a alegria vem de longa data e vem toda hora.
o amor é generoso. me conforta saber que generosidade é algo constante.
não sei de onde tudo isso veio. não sei se foi você ou eu quem estimulou essa coisa toda.
do coração... não cabe ali.
se fosse por noção de realidade diria que ele vinha do meu estômago. mas isso não seria tão sensível.
se fosse pra dizer que o amor é cego não seria dos olhos.
talvez quem saiba venha do fígado. os boêmios dito por dito não amam. apenas desfrutam. se o álcool corrói o sentimento então os melhores amantes estariam sóbreos.
quem encontrasse a fonte de todo sentimento seria a pessoa mais abonada desse mundo. imagina só.
teríamos controles remotos com várias funções. existiriam lojas. cada uma vendendo o produto recarregador da fonte ao melhor preço possível. o amor estaria em moda. nas passarelas haveria tons diferentes de amor. as modelos morreriam de amorexia. os sentimentos ruins se tornariam produtos tão pouco procurados que deixariam de ser produzidos. círculo vicioso do amor. enfraqueceria o mundo... nada pode ser perfeito.
é melhor deixar como está.

2 comentários:

jojo disse...

q gracinha Aléssio!
mt bom o texto!

;**

gugas disse...

vei essa foi uma boa
xD