segunda-feira, maio 14, 2007

Um em dez

Sempre procurei por algo
Algo para me manter vivo,
Vivo apenas para não me satisfazer,
Satisfazer minha sede de viver.

Odeio todos a minha volta
Estou preste a iniciar uma revolta.
Estou sempre cercado por idiotas,
Estou cercado, ou sou eu o idiota?

Mais um passo para frente,
Agora é sua vez, o que quer fazer?
A, então tá, você não pode escolher.

Está feito. Tragam o próximo,
Este é melhor, é da nata do ócio.
E agora o que vai fazer?
É muita pressão? Merece morrer.

Estou de saco cheio, não me leve a mal,
Você é legal, mas cheira mal.
Não sou esse alienado da cabeça aos pés,
Eu sou um em dez.

Tem dias que quero te fuder.
Você tenta fugir. Sempre tenta fugir.
Tem dias que quero acabar com você.
Isso me deixa mais calmo.

3 comentários:

The Bon's disse...

"A, então tá, você não pode escolher."

kkkkk

e outra >> a ultima estrofe deixa clara sua incompetência no ramo da atividade sexual .... kkkkk

a ultima >> musica tipica de hard core ... influencias tomzisticas ?!

=**

gugas disse...

nao cara
hard core nunca.
algo como um bom e velho punk com toques de aveludação, para não soar tão primário.

disse...

continuação da música stincky?
hsauhsuasa

fico bom! x]